Posts Recentes:

Filosofias japonesas para uma vida longeva e feliz

Por Hospital Nipo Brasileiro

Consumo de sal no Japão

Por Hospital Nipo Brasileiro

Kawai: a cultura fofa do Japão

Por Hospital Nipo Brasileiro

Gyaru: entenda mais sobre esse estilo japonês

Por Hospital Nipo Brasileiro

Descubra o Japão: Templos e Castelos

Conheça os templos e castelos mais famosos que fazem parte da história do Japão.

Kumamoto-jō (kumamoto)

O Castelo de Kumamoto é um castelo japonês localizado na cidade de Kumamoto, na província de Kumamoto, na ilha de Kyushu, no sudoeste do Japão. É um dos mais famosos do país e um exemplo impressionante da arquitetura dos castelos japoneses do período Edo (1603-1868).

É um dos poucos castelos japoneses que preservam uma grande parte de sua estrutura original, incluindo a torre principal (tenshu) e as muralhas de pedra.

Em 2016, um forte terremoto que atingiu a região causou danos no castelo, que perdeu boa parte da estrutura de seu telhado. O problema na restauração estava justamente no tipo de telhas utilizado, que requer um encaixe perfeito para garantir uma boa vedação.

Dentro do complexo, há um museu que exibe artefatos históricos e informações sobre a história do castelo e da região. Hoje, ele é uma atração turística importante e um símbolo de Kumamoto.

Shuri-jō (Okinawa)

O Templo Shuri-jō, também conhecido como Shuri Castle (Castelo de Shuri), localizado na cidade de Naha, província de Okinawa, no Japão, é um Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foi originalmente construído no século XIV como uma residência real para os Reis de Ryukyu.
Durante a Segunda Guerra Mundial, foi severamente danificado e em grande parte destruído em um incêndio em 1945. Após a guerra, esforços significativos foram feitos para restaurá-lo e reconstrui-lo.

O Shuri-jō apresenta a arquitetura Ryukyu, que é uma mistura de influências chinesas e japonesas, é conhecido por seus telhados vermelhos vibrantes e detalhes arquitetônicos intrincados.

Além dos edifícios principais, os terrenos do Castelo de Shuri incluem jardins bem cuidados e uma vista panorâmica de Naha e arredores.

Shuri-jō é um importante símbolo da história e da cultura de Okinawa e é um local de grande importância para a herança do seu povo.

É visitado por turistas e locais em busca de uma compreensão mais profunda da história da ilha e de sua influência única na cultura japonesa.

Gojunoto (Nara)

O termo “Gojunoto” refere-se a uma das estruturas de templos budistas encontradas em todo o Japão, caracterizada por uma torre de cinco andares.

O Gojunoto é impressionante. Cada andar representa os cinco elementos budistas e a progressão espiritual.

Se você estiver visitando o Japão, recomendamos visitar Nara. Lá, você poderá explorar a rica história e arquitetura budista, incluindo o Gojunoto.

Matsumoto-jō (Nagano)

O Castelo Matsumoto é um dos mais famosos e bem preservados do Japão, localizado na cidade de Matsumoto, na Província de Nagano.
Foi construído durante o período Sengoku, uma época de conflitos e guerras, no final do século XVI. O castelo era conhecido como ” Fukashi-jō (fukashi castle)” e, em 1593, foi reformado e ampliado pelo Daimiô (feudal) Toyotomi Hideyoshi, um dos unificadores do Japão. O castelo passou por várias mudanças de proprietários ao longo dos anos e foi finalmente adquirido pelo clã Tokugawa em 1614.

O Castelo Matsumoto é famoso por sua arquitetura única, com uma torre principal de seis andares, que os visitantes podem subir para ter uma vista panorâmica da cidade e das montanhas circundantes.

É frequentemente chamado de “Castelo Negro” devido à sua aparência sombria, que é o resultado da pintura preta que cobre as paredes de madeira.

Sem dúvida, o Castelo Matsumoto é uma atração turística popular para aqueles que desejam explorar a herança cultural do Japão e apreciar a beleza de seus castelos históricos.

Shirakawago (Gifu)

Shirakawa-go é uma pitoresca aldeia tradicional japonesa, localizada em Gifu, nas montanhas dos Alpes do Japão. O Shikara-go é conhecido por suas casas de estilo gassho-zukuri, que são estruturas de telhado íngreme feito de palha de colmo.

Shirakawa-go, juntamente com a vila vizinha de Gokayama, foi Declarado como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1995 devido à sua arquitetura tradicional única e ao modo de vida preservado.

Além das casas, a área circundante oferece oportunidades para caminhadas e apreciação da natureza. A região é cercada por belas paisagens montanhosas e rios.

A vila é acessível por ônibus ou carro, e a cidade de Takayama, também famosa por sua herança tradicional, está relativamente próxima. É especialmente popular no inverno, quando as casas e a paisagem ficam cobertas de neve.

Shirakawa-go também é conhecida por suas tradições culturais, incluindo festivais sazonais e cerimônias locais que oferecem aos visitantes uma visão da vida rural japonesa.

Kiyomizu-dera (Kyoto)

O Kiyomizu-dera é um templo budista situado na cidade de Kyoto, no Japão. O templo foi fundado no ano 778 e é um dos mais antigos do Japão.

Uma das características mais famosas do Templo Kiyomizu-dera é a sua ampla plataforma de observação, chamada de “Kiyomizu no Butai”. Ela oferece uma vista espetacular das cerejeiras durante a primavera e das folhas durante o outono.

O salão principal do templo, conhecido como “Hondo”, é uma estrutura de madeira impressionante e uma obra-prima da arquitetura budista. É apoiado por enormes pilares de madeira e famoso por sua construção sem uso de pregos.

O templo abriga, “Otowa no Taki” (Cachoeira de Otowa), onde os visitantes podem beber a água que se acredita ter propriedades curativas. Isso porque, uma de suas curiosidades deve-se ao fato de existirem três canais de água que caem em um lago. Cada uma delas possui um benefício diferente: longevidade, sucesso nos estudos e vida amorosa. Todavia, não recomenda-se a ganância de beber as 3 fontes.

Além das atrações religiosas, o Kiyomizu-dera está rodeado por belos jardins, florestas e áreas naturais que proporcionam um ambiente sereno para os visitantes.

O templo faz parte dos Monumentos Históricos da Antiga Kyoto, um Patrimônio Mundial da UNESCO.

Himeji-jō (Hyougo)

O Castelo Himeji é um dos mais famosos e bem preservados do Japão. Está localizado na cidade de Himeji, na província de Hyougo, no Japão.

É considerado um exemplo icônico da arquitetura de castelos japoneses e é conhecido por sua estrutura branca e elegante. Ele possui cinco andares principais, juntamente com vários anexos e torres menores.

Possui um sistema complexo de defesa, incluindo várias torres de observação, paredes altas, passagens sinuosas e áreas de armazenamento. Em 1993, foi inscrito na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Os terrenos ao redor do Castelo Himeji incluem jardins bem cuidados e áreas naturais que proporcionam um ambiente pitoresco para os visitantes. Durante a temporada de sakura (cerejeiras em flor) na primavera, seus jardins são particularmente espetaculares.

O Castelo Himeji é uma das atrações turísticas mais populares do Japão. Sua beleza arquitetônica, complexidade defensiva e história rica o tornam um destino obrigatório para quem visita a região de Kansai.

Kamakura Daibustsu (Kanagawa)

O Kamakura Daibutsu, também conhecido como o Grande Buda de Kamakura, é uma imponente estátua de bronze de Buda, localizada na cidade de Kamakura, no Japão. Foi originalmente construída no século XIII, durante o período Kamakura (1185-1333), que deu nome à cidade.

Inicialmente, a estátua foi colocada em um edifício de madeira, mas o edifício foi destruído por desastres naturais e incêndios. A estátua foi, então, removida do edifício original e permaneceu ao ar livre desde o século XVII.

O Grande Buda de Kamakura tem aproximadamente 13,35 metros de altura e pesa cerca de 93 toneladas. É uma representação do Buda Amida, que é conhecido por sua compaixão. O estilo artístico reflete a influência do budismo da época.

O Kamakura Daibutsu está em um belo entorno, cercado por árvores e oferece uma atmosfera serena para os visitantes. Os visitantes podem entrar no interior da estátua para observar sua estrutura interna e aprender sobre sua história e construção.

É uma atração turística popular e um local de peregrinação para muitos que visitam Kamakura.

Todaiji (Nara)

O Todai-ji ou Todaiji é um dos templos budistas mais renomados do Japão e está localizado na cidade de Nara. Foi originalmente fundado no ano 738. Durante sua história, passou por várias reconstruções devido a incêndios e danos causados por conflitos.

O Daibutsuden é a estrutura mais icônica do Todai-ji. É um dos maiores edifícios de madeira do mundo e abriga uma colossal estátua de bronze do Grande Buda Vairocana, que é conhecida como o “Daibutsu”.

Já o Nandaimon é um grande portão de madeira que leva ao Daibutsuden, famoso por suas estátuas de guardiões.

O Todai-ji também é associado ao Kasuga-taisha (Santuário Kasuga), que é conhecido por suas lanternas de pedra.

O templo está localizado em um parque que é o lar de centenas de cervos Sika – que são considerados sagrados e são protegidos como Tesouros Nacionais do Japão – e realiza vários eventos e festivais ao longo do ano, incluindo cerimônias religiosas e celebrações culturais.
O Todai-ji é uma atração turística popular em Nara e é apreciado por sua importância religiosa, arquitetura grandiosa e história rica.

Nijo-jō (Kyoto)

O Nijo-jo é um castelo localizado na cidade de Kyoto, Japão. Foi construído durante o período Edo, no início do século XVII, pelo Shogun Tokugawa Ieyasu.

É famoso por sua arquitetura única e inovadora. Uma característica notável é o “piso do rouxinol” nos corredores do palácio, que emitem um som semelhante ao canto de um rouxinol quando se caminha sobre eles. Isso servia como um sistema de segurança, alertando sobre a presença de intrusos.

O Nijo-jo possui dois palácios principais: o Ninomarugoten (Ninomaru Palace) e o Honmarugoten (Honmaru Palace). O primeiro é especialmente conhecido por suas belas pinturas em painéis deslizantes, que retratam cenas da natureza e da mitologia japonesa.

Os terrenos do Nijo-jo apresentam belos jardins japoneses com lagos, pontes, cascatas e uma variedade de plantas sazonais, como cerejeiras.

O castelo faz parte dos Monumentos Históricos da Antiga Kyoto, um local classificado como Patrimônio Mundial da UNESCO.

Também abriga vários eventos culturais ao longo do ano, incluindo exposições e festivais relacionados à história e à cultura japonesa.

Kaminari-mon (Tokyo)

O Kaminari-mon, que significa “Portão do Trovão” em japonês, é um dos portões mais icônicos da cidade de Tokyo Ele faz parte do complexo do Templo Senso-ji em Asakusa, um dos locais mais visitados da cidade.

Foi originalmente construído em 941 d.C. no mesmo local onde se encontra hoje. No entanto, ao longo dos anos, o portão foi destruído por incêndios e reconstruído várias vezes.

O Kaminari-mon é famoso por sua gigantesca lanterna vermelha suspensa no centro do portão. A lanterna é conhecida como “Chōchin” e é decorada com inscrições em preto e dourado.

Dois guardiões de madeira estão situados nos lados do portão. Eles são figuras protetoras que simbolizam a força e a ferocidade.

O Kaminarimon é palco de vários eventos e festivais ao longo do ano, incluindo o famoso Festival de Sanja Matsuri.

Além de ser uma atração turística muito popular em Tokyo, é frequentemente o ponto de partida para os visitantes que exploram o bairro de Asakusa e o Templo Senso-ji.

Kinkaku-ji (Kyoto)

Rokuon-ji, também conhecido como Kinkaku-ji (Pavilhão Dourado), destaca-se pelos dois andares superiores cobertos por folhas de ouro. Foi originalmente construído em 1397 e é um dos locais mais visitados de Kyoto, Japão.

Está situado em uma área cênica com um lago que reflete a imagem do Pavilhão Dourado.
O jardim ao redor é projetado expressando uma visão de mundo Budista.

O Kinkaku-ji é um dos Monumentos Históricos da Antiga Kyoto, declarado Patrimônio Mundial da UNESCO.

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Kumamoto-jo
https://www.japan.travel/pt/spot/638/
https://www.tripadvisor.com.br/ShowUserReviews-g298213-d324727-r206093249-Kumamoto_Castle-Kumamoto_Kumamoto_Prefecture_Kyushu.html
https://www.mundook.com.br/castelo-kumamoto-em-meio-a-reconstrucao-local-aos-poucos-reabre-para-os-visitantes/
https://empregos.jp/ja/blog/detail/shurijo
https://pt.wikipedia.org/wiki/Castelo_de_Shuri
https://www.mundook.com.br/shuri-jo/
https://pt.frwiki.wiki/wiki/Ch%C3%A2teau_de_Shuri
https://revistagalileu.globo.com/Sociedade/Historia/noticia/2019/11/como-era-o-castelo-de-shuri-no-japao-que-foi-destruido-por-incendio.html
https://japanold.com/2016/12/13/1007/
https://www.japanesewiki.com/building/Gojunoto%20(Five-storey%20pagoda).html
https://www.japan.travel/pt/world-heritage/the-historic-monuments-of-ancient-nara/
https://travel.sygic.com/pt/poi/matsumoto-jo-poi:60313
https://pt.wikipedia.org/wiki/Matsumoto-jo
https://pt.wikipedia.org/wiki/Matsumoto_(Nagano)
https://panoramadeviagem.com.br/castelo-de-matsumoto-japao/
https://pt.frwiki.wiki/wiki/Ch%C3%A2teau_de_Matsumoto
https://www.japan.travel/pt/spot/2031/
https://www.japan.travel/pt/world-heritage/the-historic-villages-of-shirakawa-go-and-gokayama/
https://www.japan.travel/pt/spot/2031/#:~:text=O%20jeito%20mais%20f%C3%A1cil%20de,leva%20cerca%20de%2050%20minutos.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Shirakawa-go
https://pt.wikipedia.org/wiki/Kiyomizu-dera
https://pt.wikipedia.org/wiki/Kiyomizu-dera#:~:text=O%20Kiyomizu%2Ddera%20est%C3%A1%20incluido,independente%20no%20leste%20de%20Quioto.
https://www.queroviajarmais.com/o-que-fazer-no-japao/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Castelo_de_Himeji
https://pt.wikipedia.org/wiki/Himeji_(Hy%C5%8Dgo)
https://www.culturajaponesa.com.br/index.php/historia/castelo-de-himeji/
https://www.japan.travel/pt/world-heritage/himeji-jo-castle/
https://www.japan.travel/pt/spot/1030/
https://rotasdeviagem.com.br/castelo-de-himeji-historia-e-curiosidades/
https://www.japan.travel/pt/spot/1588/
https://pt.wikipedia.org/wiki/K%C5%8Dtoku-in
https://pt.wikipedia.org/wiki/K%C5%8Dtoku-in#:~:text=O%20Grande%20Buda%20de%20Kamakura,%2C%20em%20Kanagawa%2C%20no%20Jap%C3%A3o.
https://pt.wikipedia.org/wiki/T%C5%8Ddai-ji
https://www.japan-guide.com/e/e4100.html
https://portalmie.com/atualidade/2019/02/todai-ji-conheca-um-dos-templos-mais-famosos-do-japao/
https://www.japaoculturaeturismo.com/2017/08/todaiji-e-o-grande-buda-de-nara.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Castelo_de_Nij%C5%8D
https://www.japan-guide.com/e/e3918.html
https://japan.travel/pt/spot/1165/
https://www.tripadvisor.com.br/ShowUserReviews-g298564-d321408-r253568266-Nijo_Castle-Kyoto_Kyoto_Prefecture_Kinki.html
https://en.wikipedia.org/wiki/Kaminarimon
https://www.tripadvisor.com.br/ShowUserReviews-g14134311-d320447-r211005691-Senso_ji_Temple-Asakusa_Taito_Tokyo_Tokyo_Prefecture_Kanto.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Sanja_Matsuri
https://ideiasnamala.com/asakusa-tokyo/
https://www.japan-guide.com/e/e3908.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Kinkaku-ji

plugins premium WordPress

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade